Rastro de resistência: histórias conectadas pela luta do povo negro.

Por: Alexandra Lima da Silva

Livro Rastros De Resistencia

Benedito Meia-Légua, Benkos Biohó, Zacimba, Tereza de Benguela, Dragão do mar, Inácio, Nanny, Shanka Zulu. Todas essas pessoas estão conectadas pela luta e elas habitam bravamente o livro Rastros de Resistência: Histórias de luta e liberdade do povo negro, de Ale Santos, editado pela Panda Books em 2019. O livro procura dar visibilidade às muitas “histórias apagadasÉ um combate ao esquecimento, ao silenciamento de tantas histórias apagadas pelo racismo e pela violência da escravidão: “Durante os séculos de escravidão, os negros só tinham as histórias dos tempos de liberdade de seu povo para sustentar a fé na vida, a crença nos deuses e a cultura, que a todo o custo tentavam apagar” (SANTOS, 2019, p. 11).

Outra importante contribuição proposta pelo livro de Ale Santos refere-se à valorização conhecimento pelos povos africanos: “Os escravagistas, contudo, não contavam que a relação dos negros com suas histórias era muito mais enraizada do que poderiam supor. Vários povos desenvolveram um sistema de escrita e construíram bibliotecas nas quais mantinham seu conhecimento sobre o mundo. Mas para a maioria dos povos africanos, seus homens e mulheres eram a própria biblioteca, e o conhecimento era transmitido por meio da oralidade. A sociedade africana como um todo era um livro vivo, imaginado coletivamente e escrito na existência de cada um através do escutar e do contar” (SANTOS, 2019, p. 11).

O livro estrutura-se em 20 capítulos, com destaque para a qualidade textual e para a riqueza das imagens. O QR code é outro recurso bem explorado na obra, com destaque para a indicação de clipes musicais como o da música Inácio da Catingueira, de Emicida, que também assina a orelha do livro.

O capítulo 5, intitulado Jacimba, a princesa guerreira que invadia navios negreiros é o meu predileto. A imagem de uma guerreira, imponente, é um presente para a/o leitor/a.

Referência:

SANTOS, Ale. Rastros de resistência: história de luta e liberdade do povo negro. São Paulo: Panda Books, 2019.

Fonte do artigo: 

http://pensaraeducacao.com.br/pensaraeducacaoempauta/rastro-de-resistencia-historias-conectadas-pela-luta-do-povo-negro

Deja un comentario

Rastro de resistência: histórias conectadas pela luta do povo negro. – Sarraute Educación María Magdalena

A %d blogueros les gusta esto: