Brasil: Covid-19. Veja como ficam as aulas presenciais em 2021 nas federais de SC com nova portaria do MEC

Brasil 9 de dezembro 2020/Por:  Valéria Martins, G1 SC/Fonte: https://g1.globo.com/

Universidade e institutos federais de Santa Catarina devem seguir calendários próprios e ter retorno depois da data prevista pelo MEC, de 1º de março.

Atividades presenciais estão suspensas na UFSC e outras isntituições federais de SC — Foto: Diorgenes Pandini/NSC

Atividades presenciais estão suspensas na UFSC e outras instituições federais de SC — Foto: Diorgenes Pandini/NSC

Mesmo com uma nova portaria do Ministério da Educação  que alterou a data prevista de retorno das aulas presenciais em 2021 para 1º de março, três instituições federais de ensino superior em Santa Catarina devem seguir calendários próprios e retornar após a data estabelecida pelo MEC.

As três instituições informaram ao G1 que devem seguir os cronogramas já estabelecidos antes da portaria para tentar garantir mais segurança à saúde da comunidade acadêmica (UFSC, IFSC e IFC – veja os detalhes mais abaixo)

Apenas uma de quatro instituições federais de Santa Catarina procuradas pelo G1 deve estar com atividades presenciais ocorrendo antes de 1º de março de 2020 (UFFS).

Em Santa Catarina, as aulas foram suspensas em março deste ano por causa da pandemia do novo coronavírus e em junho o governo catarinense autorizou o retorno de atividades de graduação e pós, desde que seguidos protocolos de segurança sanitária.

A portaria do MEC dessa semana alterou decisão anterior, divulgada em 2 de dezembro que previa a retomada a partir de 4 de janeiro e que gerou repercussão negativa   entre gestores de instituições federais de todo país – reveja no vídeo abaixo.

MEC determina volta às aulas presenciais nas universidades federais a partir de janeiro

Agora, segundo essa nova portaria, “as atividades letivas deverão ocorrer de forma presencial a partir de 1º de março de 2021”.

As instituições federais têm autonomia, a partir de determinações de suspensão de atividade letiva por “autoridades locais” e das “condições sanitárias locais que tragam riscos à segurança das atividades”, mas devem comunicar o MEC em até 15 dias.

O G1 procurou o MEC para detalhes sobre as atuais datas previstas no estado e aguardava retorno até o início da manhã desta quarta-feira (9).

UFSC

 

Atividades presenciais estão suspensas na UFSC no campus da Trindade e de outras regiões de SC — Foto: Diorgenes Pandini/NSC

Atividades presenciais estão suspensas na UFSC no campus da Trindade e de outras regiões de SC — Foto: Diorgenes Pandini/NSC

Em nota, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) informou que deve manter a suspensão das aulas presenciais até 22 de maio de 202 O retorno antes pode expor as pessoas a risco de contaminação. Enquanto isso, as atividades acadêmicas seguem de forma não presencial.

“Enquanto não houver garantias de imunização e condições plenas, atestadas pela ciência, continuaremos seguindo nossos princípios em defesa da vida, com cautela e responsabilidade da pandemia de Covid-19”, informou a UFSC.

IFSC

 

Campus do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). — Foto: Reprodução/NSC TV

Campus do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). — Foto: Reprodução/NSC TV

O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) também manteve a data definida em novembro e as aulas presenciais seguem suspensas até abril de 2021. Segundo a instituição, a data pode ser revista de acordo com a situação da pandemia.

“A Reitoria do IFSC destaca que a comunidade acadêmica deve receber a portaria como um ato autorizativo que não é mandatório. Os Institutos Federais, bem como as Universidades, atuam com autonomia em relação ao MEC nos limites dos princípios constitucionais e olhando para a realidade local da pandemia”, esclareceu o IFSC em nota.

IFC

 

IFC tem campi em todo estado, incluindo campus em Blumenau — Foto: Divulgação

IFC tem campi em todo estado, incluindo campus em Blumenau — Foto: Divulgação

O Instituto Federal Catarinense (IFC) informou que recebeu a alteração da portaria com alívio, mas que a data estabelecida pelo MEC ainda gera preocupação por não existirem, até o momento, garantias que até lá haja vacina, por exemplo, e segurança sanitária para retorno presencial.

A instituição deve encerrar o calendário de 2020 em 19 de março de 2021 e até lá, as atividades seguem sendo realizadas com ensino remoto.

UFFS

 

Prédio da reitoria da UFFS em Chapecó — Foto: UFFS/Divulgação

Prédio da reitoria da UFFS em Chapecó — Foto: UFFS/Divulgação

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), que tem campi nos três estados do Sul e com campus catarinense sediado em Chapecó, está com previsão de retomar o segundo semestre letivo de 2020 em 17 de fevereiro de 2021. Segundo a instituição, a data prevista pode passar por ajustes.

“Portanto, na data proposta [pelo MEC] para o retorno presencial, já estaremos em atividades e cada Campus da UFFS tem seu órgão colegiado que poderá avaliar os riscos e o nível de segurança operacional para realizar atividades presenciais”, informou a assessoria de comunicação.

Deja un comentario

Brasil: Covid-19. Veja como ficam as aulas presenciais em 2021 nas federais de SC com nova portaria do MEC – Sarraute Educación María Magdalena

A %d blogueros les gusta esto: